Um estudo demonstra o quanto ter um propósito pode fazer diferença no comportamento dos colaboradores e  na saúde financeira das empresas. Cada vez mais as pessoas escolhem o valor da empresa antes do valor do produto que estão comprando.

E entenda como propósito aquele que agrega um valor real, proporcionando bem estar para além das portas da empresa.

Em relatório do  GPTW - Great Place to Work  , autoridade global no mundo do trabalho, 85% dos funcionários da Fortune 100 Best disseram que o que fazem tem um significado especial e o percebem  não apenas como um trabalho. Estes mesmos funcionários foram 11 vezes mais comprometidos  em permanecer em suas organizações e 14 vezes mais interessados  e motivados em ir para o trabalho.

O que  empresas  como Adecco da Suiça, DHL da Alemanha e Belcorp do Peru têm em comum?

Elas estão no ranking 2018 da GPTW e criaram um propósito realmente verdadeiro, motivador, que beneficia pessoas para além da empresa, proporcionam a sensação de  bem estar coletivo,  de forma tal que o engajamento seja espontâneo porque a causa é perceptível e concreta, gerando empatia.

Dois pesquisadores, Millward Brown e Jim Stengel  desenvolveram em 10 anos uma lista das 50 marcas que tiveram o maior e mais rápido crescimento  do mundo, com base  em 50.000 empresas. O estudo conhecido como Stengel 50 estabeleceu a relação entre a capacidade de uma marca em servir valores humanos e sua capacidade financeira e descobriu que empresas voltadas a propósitos obtiveram 400% mais retorno no mercado de ações.

 

Qual é o propósito da minha empresa?

 

Especialistas explicam que o propósito pode ter uma relação com o negócio, mas não necessariamente; deve ser uma aspiração que transcenda o local de trabalho e alcance cada um, em sua casa e em sua comunidade.

Um bom exemplo é o da TIM. Viver sem fronteiras.

Para descobrir  o propósito é necessário perguntar ”Por Quê”?  Através dos "porquês" é possível filtrar mais e mais as respostas  até que se  chegue ao verdadeiro propósito da sua organização.

 

Vou dar o exemplo da Plataforma 100Porcentobemestar

 

Pergunta: Por que atuo no segmento de bem estar?

Resposta: Porque quero levar o conceito e a prática do bem estar para muitas pessoas.

Pergunta: Por que levar o bem estar para muitas pessoas?

Resposta: Porque a sensação de estar bem não tem sentido se não for coletiva.

Pergunta: E por que não faz sentido?

Resposta: A médio e longo prazo se o outro não está bem há desequilíbrio que se manifesta no coletivo de várias formas – através da violência, da comprometimento da saúde, entre outras intercorrências.

 

Você pode aprofundar os porquês até chegar a uma resposta transparente e acertiva para  sua empresa. O entendimento e apropriação deste propósito pelos colaboradores, consumidores e comunidade criam uma cultura transformadora.

 

Elaine Primon

Fontes: INC, GTPW.

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

x