menopausa 

A menopausa é o final do ciclo reprodutivo da mulher que  ocorre, normalmente, entre os 45 e 55 anos, caracterizado pela cessação dos hormônios femininos progesterona e estrogênio. Mesmo algum tempo antes de a menopausa ocorrer, algumas mulheres já começam a sentir certos sintomas; é o chamado climatério, ou perimenopausa, quando os hormônios começam a reduzir.

Vivemos numa sociedade que privilegia a juventude, a beleza e a magreza. A maturidade e a chegada do período do climatério e menopausa, por sua vez, podem trazer ansiedade e até sintomas de depressão para muitas mulheres, pois marca o término de uma fase da vida. Porém, é importante salientar que essa fase é absolutamente natural e que não há porque não a aceitar e até perceber o quão libertária ela pode ser!

Claro que existem inconvenientes decorrentes da falta de hormônios já no climatério. A irritação, os calorões típicos, o ressecamento vaginal, insônia, falta de libido, instabilidade emocional, diminuição da massa óssea, alteração da distribuição de gordura corporal e alterações cardiovasculares e de pressão sanguínea não passam despercebidos, muito pelo contrário. Então, como lidar com isso?

Calma! A ciência vem comprovando o que a sabedoria popular já sabia e vinha usando ao longo de décadas... Há plantas que podem ser usadas para atenuar boa parte dos sintomas que tanto nos incomodam!

 

amora negra

 

Fogachos e suores noturnos: podem ser amenizados com o chá ou tintura extraído das folhas de amora negra ou morus nigra . O chá das folhas deve ser consumido 3 x ao dia.

 salvia

Sálvia ou sálvia officinalis também ajuda nos fogachos e pode ser adicionada ao chá das folhas de amoreira para os casos mais resistentes.

Colocar 01 colher de sobremesa de folhas secas de sálvia + 01 colher de sobremesa de folhas de amoreira em 500 ml de água fervente. Deixe ferver em fogo baixo por 3 minutos. Desligue e mantenha tampado, aguarde amornar coe e sirva-se.

ginseng 

Aumento da disposição e da libido: uma planta bastante usada é o ginseng ou panax ginseng e ginseng siberiano eleutherococcus senticosus

Ajudam na manutenção do bom humor, são adaptógenos, ajudando na adaptação, diminuindo o stress e aumentando a energia.

Dica: Ferva 1 cm de raiz por 5 min em 200 ml de água. Coe e tome ainda morno.

soja

Ressecamento vaginal e aumento da libido: fitoestrógenos (estrogênios a base de plantas) presentes na soja e derivados da soja (atenção à procedência da soja), tempeh, óleo de gergelim, aveia, cevada, lentilhas, semente de gergelim, inhame, alfafa, maçãs, cenouras, romãs, raiz de alcaçuz.

Os fitoestrógenos também aumentam a saúde cardiovascular e diminuem a perda óssea, então vale a pena investir nesses alimentos.

Além desses alimentos vale a pena investir em frutas, legumes e verduras, de preferência orgânicos. Fique longe dos industrializados e principalmente do açúcar e do excesso de farinhas brancas, lembrando que devido a falta dos hormônios a distribuição de gordura muda e se deposita na região abdominal, por isso o cuidado com a dieta deve ser redobrado.

Lembre-se de procurar um profissional para ajudá-la a orientar a alimentação e identificar quais os fitoterápicos mais indicados para você.

Portanto, atividade física, lazer, comida e pessoas de qualidade fazem toda a diferença nessa nova fase que muitos dizem ser a melhor e mais libertária da vida!

Rosana RossettoRosana Rossetto – Nutricionista, Fitoterapeuta e Coach de Emagrecimento.

A junção de todas as minhas formações: nutricionista, fitoterapeuta, instrutora de yoga e coach e minha busca pelo conhecimento científico e humano, me levaram a querer fazer uma ponte entre saúde e autoconhecimento, entre o “ser” e o estar no mundo sem perder a essência.

Fale com a Rosana agora!

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

x